QUER EDUCAR O SEU CÃO? UM TREINO POSITIVO COM ALEGRIA? TREINO DE OBEDIÊNCIA COM CLIKER. SOLUÇÕES COMPORTAMENTAIS E SOCIALIZAÇÃO COM OS DONOS.
.posts recentes

. Relacionamento entre cães...

. Psicologia canina

. Dobermann

. BOXER

. Rottweiler

. Retriever do Labrador

. COMO? E PORQUÊ? TREINAR....

. PASTOR ALEMÃO

. PITT BULL

. Treino de Obediência ( Pa...

.arquivos

. Abril 2007

. Março 2007

Segunda-feira, 9 de Abril de 2007
Retriever do Labrador
Retriever do Labrador




Labrador, o cão "família".

Retriever do Labrador


...... Ele é um companheiro de sucesso mundial. Mas há exemplares com comportamento muito diferente do esperado para raça.

...... Para muita gente, ele é a mais perfeita tradução de "melhor amigo do homem". Nos Estados Unidos - maior potência cinófila do planeta - e na Inglaterra - berço da cinofilia - o Retriever do Labrador é, há anos, o número um em popularidade. Tanto que ganhou o apelido de "cão da família", participando de todas as atividades dentro e fora de casa. Conforme diz o próprio padrão da raça, o Labrador típico é dedicado, facilmente adaptável, sociável, gentil, inteligente, muito obediente, sem nenhum traço de agressividade e com grande desejo de servir e agradar ao dono.

...... Essa lista de qualidades pode até parecer conversa de um bom vendedor, mas é avalizada, desde o início da raça, não apenas por criadores, mas também por adestradores, proprietários e estudiosos de cães. O Labrador é um retriever por natureza, ou seja, um cão que atua em dupla com o homem nas caçadas, acompanhando-o em todo o percurso. Ele espera o dono atirar na ave e depois, sob comando, vai buscá-la com rapidez, entregando-a intacta ao caçador e enfrentando qualquer tipo de obstáculo para cumprir a missão, seja na terra ou na água. Simplesmente seria impossível um cão ter êxito em todas essas tarefas se não tivesse as qualidades descritas pelo padrão. "A inteligência instintiva do Labrador envolve não apenas a habilidade de buscar a caça e marcar posições, mas também a capacidade de prestar muita atenção ao dono", ressaltou em entrevista à Cães & Cia o canadense Stanley Coren, psicólogo e treinador, autor do livro A Inteligência dos Cães. "É esse instinto que fez dele um cão solícito e com grande capacidade de comunicação com o homem", diz.

Harmonia

...... Dedicação e apego são marcas registradas da raça. Até mesmo criadores que têm muitos Labradores, os mantêm soltos, com livre acesso ao interior da casa, a maior parte do tempo. O Labrador exige um dono que o queira sempre perto e não o deixe abandonado no quintal, senão fica neurótico.

...... O Labrador procura atenção e aprovação, está sempre disposto a brincadeiras, mas sem exageros. Sabe quando solicitar atenção e quando ficar na dele. Adapta-se perfeitamente às nossas necessidades, o que é uma das principais vantagens como cão de companhia, Respeita as necessidades do dono e se contenta em estar ao lado dele.

...... Sua capacidade de viver em harmonia estende-se também a situações, locais e pessoas diferentes. Adora participar da rotina, mas não precisa dela. Viaja a qualquer lugar sem estranhar nada: comporta-se da mesma forma dentro ou longe da sua casa. Gosta de andar de carro: não passa mal nem incomoda o motorista.

...... Extremamente sociável, o Labrador se dá bem mesmo com pessoas estranhas. Faz parte do seu instinto. Mas é raro que as mate de propósito. A natureza amigável do Labrador facilita a convivência com cães do mesmo sexo: embora mantenha o instinto de disputa por território, comum a todas as raças, ele aprende a se controlar e dificilmente inicia algum confronto.

...... A "suavidade" da boca é outra qualidade muito valorizada na raça. Um bom Labrador nunca fere alguém intencionalmente e sequer deve destruir brinquedos - é claro que isso não se refere aos ossinhos e similares, feitos para serem roídos e até comidos. É calmo e paciente mesmo com crianças que fazem brincadeiras estabanadas. "As crianças pulam e rolam no chão com o Labrador e ele adora.

...... O Labrador é a sétima raça mais obediente do mundo. Ele pode aprender a acender a luz, trazer o jornal e abrir portas. É uma das poucas raças usadas como guia de cegos, a rapidez com que um Labrador assimila ordens e o interesse em não repetir um erro.

...... É também muito inteligente. Tem facilidade para compreender a linguagem humana, senso de observação e excelente memória. Mas pode usar sua inteligência em causa própria. É capaz de "arquitetar" planos. Se quer passar por algum lugar fechado.

...... Sai-se muito bem nadando ou acompanhando o dono em pedaladas e caminhadas. Marisa reservou uma parte de sua piscina só para eles se exercitarem.  A atração que sente pela água é irresistível. Mas deve ser ensinado a sair de uma piscina por uma escada especial.

publicado por caesbemtreinados às 19:04
link do post | comentar | favorito
|
12 comentários:
De Aras-costa a 26 de Julho de 2007 às 15:23
Ok, eu tenho um labrador e simceramente devo dizer que algumas coisas aí n estão bem...
Digo por experiencia própria que um labrados destroi objectos para seu uso, os brinquedos de cão cá em casa foram á vida:
Bolas de borracha, cordas de puxar etc...
E aquilo de se rebolar com crianças.. Não me parece...
Qd faço isso ele fica mt contente, mas quem está a rebolar com ele, leva duas ou tres patadas na cara...
De tania a 26 de Outubro de 2009 às 20:12
concordo tenho 2 e são duas pestes são piores que 2 crianças de 5 anos, mas o carinho e a companhia que nos transmitem compensa o esforço
De Alexandra a 10 de Novembro de 2009 às 12:20
Adorava que a minha labradora de 5 meses fosse assim como descrevem. É doida até dizer chega, e em relação às brincadeiras não sabe nunca quando deve parar...é até à exaustão (minha, claro).Em relação à obediência às sete semanas já sentava à ordem, e vem ao dono quando comando o "junto" o pior é que é quando lhe apetece. è de uma teimosia sem limites. Adora roer as mãos de quem tenta acariciá-la e tem pilhas Duracell . Mas é linda e espero que ao amadurecer se torne num Labrador que faz jus à raça. Espero!?
De MAria a 15 de Março de 2010 às 05:48
Tenho um labrador(retriever), e nada calmo, destrói tudo o que apanha, tenho de o ter preso, já n sei lidar com ele para que obedeça, tem 1 ano e 3 meses, e de vez em quando sinto-me "arrependida"de ter optado pelo labrador, pois fui um pouco atrás do que ia lendo na net acerca da raça...Gostaria que alguém desse mais algumas dicas para experimetar. O cão n tem controlo nas atitudes, penso que tivesse desnerado na nenhada, sendo puro.
De Hugo a 26 de Setembro de 2010 às 11:28
Isso acontece por varios motivos um labrador assim como qq outro cao nao é pra estar preso 24h por dia tem de ter exercicio diario motivaçao e jogos eles tem tendencia para roer e se nao tiver brinquedos logico que rói o que tem a boca, moveis, paredes,portas,rodapes,etc Atençao que o labrador sendo uma raça da "moda" ha muitos "estragados" por terem sido cruzados sem conhecimentos e isso implica o desvio do estalao da raçao nao so fisicamente. Precisa de companhia e nao gostam de estar mt tempo sozinhos faça pelo menos 3x por dia grandes passeios com ele para queimar energias com paus e bolas e varios jogos vai ver que muda completamente a atitude dele.... Se gastar as energias de manha a meio do dia e a noite ele vai acabar por ficar a descansar e a dormir o resto do dia
De Henrique a 11 de Outubro de 2010 às 15:26
Concordo com quase tudo, mas fazer 3 longos passeios por dia??? Tenho de pedir demissão no meu trabalho?
Ou de certeza queria dizer 3x por semana?!
De Catarina a 9 de Setembro de 2010 às 19:09
encontrei este site enquanto procurava um com jogos e actividades para fazer com a minha Laboradora , e achei curioso ler todos estes comentários em relação a raça e o facto de não coincidirem mto com o texto acima apresentado. Posto isto resolvi gerar a confusão, pois eu tenho uma laboradora com 1 ano e meio e apesar de reve la </a>em alguns casos sitados nunca chega assim a nenhum extremo.
É a minha vez de apresentar a outra versão da raça, a Brownie (como se chama a cadelinha) veio para a família com 2 meses, desde essa idade que esteve autorizada a circular pela casa toda, e nunca roeu nada que não fosse dela. somos uma família que por norma passeamos mto e ela acompanha em tudo, seja uma caminhada ao final de um dia de trabalho, numa ida a um restaurante, resumindo o único problema que eu tenho com ela é mesmo o ser eternamente brincalhona e graxista .... esta sempre pronta para a brincadeira e quando sabe que esta a ultrapassar todos os limites vem lamber as mãos os pés, o que for ate levar a dela a vante.
Nunca a precisei de a prender, e sabe perfeitamente andar na rua sem trela.. já foi para hotéis connosco todas as viagens de ferias que fizemos ela foi e portou-se digna de voltar a passear.
Comporta-se exactamente como membro da família, sabe todas as rotinas ate as que são raras, distingue perfeitamente se eu tenho uns ténis calçados (dia de caminhada ou passeio de bicicleta) se faço o saco da praia (sinal que vai dar uns mergulhos), ou se calço um sapato mais alto e coloco um perfume diferente do diário ( lá tenho de ficar em casa").
Resumindo, não estou nada arrependida de a ter ido buscar, é amiga, dedicada, meiga, companheira, brincalhona, protectora e acima de tudo super inteligente...
De Ligia a 2 de Junho de 2011 às 16:55
Ola, Boa tarde ! :)
Eu comprei uma labradora chocolate, faz hoje (2 de Junho) quatro meses e veio para minha casa dia 28 de maio, ou seja, a 5 dias.
Eu levo-a a passear 3x por dia e desde dia 28 de maio so fez uma unica vez as necessidades na rua, em casa ponho-lhe o jornal dentro e fora da caixinha e ela rasga-me o jornal todo e nunca faz as necessidades nem no sitio em que lhe peço nem na rua... o que faço ? como a posso treinar ?
Ela é extremamente inteligente, ou pelomenos, assim me tem vindo a parecer, é brincalhona e muito amigavel portanto para ja, o unico mal que tenho a dizer dela é mesmo so as necessidades, problema que nao sei nem estou a conseguir resolver... :/
Podia ajudar-me pf ?
De Hugo a 26 de Setembro de 2010 às 12:15
A minha expriencia com labradores é mt positiva antes de o ter fiz o "trabalho de casa" li e pesquisei para ter conhecimento maximo das necessidades da raça depois de ter falado e ter visto varios criadores e criadeiros :(, ... desde que veio para casa com 2meses e alguns dias que tem sido uma aventura, fez 2 ou 3 xixis nao mais que isso em casa por descuido e facilitismo meu nunca fez coco em casa apenas no terraço ( local escolhido por mim para as necessidades dele antes das vacinaçao completa) destruiu apenas parcialmente um relogio de mesa por descuido meu em nao deixar algum brinquedo, desde que veio para casa a ordem mais importante e fundamental foi ensinada que é o NAO nunca lhe bati, estar atento aos movimentos deles e a todas as atitudes é importante para resolver logo os maus vicios roer o que nao deve, aleijar com os dentes, correr dentro de casa, saltar para as pessoas etc, com um forte nao, é um excelente companheiro adora brincadeira agua e jogos que pratico todos os dias investi em bons brinquedos que uso apenas nas brincadeiras com ele e quando esta sozinho, quando chego a casa a primeira coisa que faz é trazer todos os brinquedos que tem disponivel para a caixa e depois é que come(tarefa comprida sempre sem grandes problemas), faz parte da familia nas ferias nos fins de semana nunca fica preso só trela la fora é um grande amigo educado bem comportado tem 1ano e 1mes. Os dias começam pelas 8.30 ate as 9h la fora com um passeio matinal apos a 1 refeiçao, dorme o resto da manha ate a 13.30 2ª altura em que faz mais um passeio pelas 18.30 faz o 3º e pelas 22h faz o 4º e ultimo,mais longo e exigente,possivelmente ira ter agora um irmao... Tenho uma grande paixao por esta raça completamente pacifico tanto com outros animais como com as pessoas, mudam de actitude drasticamente no comportamento quando lidam com crianças idosos e doente ja comprovei isso, esta é a minha expriencia vivida
De MariaM a 20 de Dezembro de 2010 às 19:07
Olá a todos,
Eu tenho uma labrador linda... com apenas 2 meses e uns dias. Mas estou com algumas dificuldades em conseguir que ela faça as necessidades num local escolhido por mim. Alguém tem ditas úteis para mim?

Obrigada.
De norberto manuel costa ramos a 25 de Dezembro de 2010 às 12:33
bom dia e feliz natal
também tenho uma cachorrinha labradora e noto quando ela quer fazer as necessidades fica inquieta e com um choro diferente e levo-a ao jardim tem resultado bem mas se não me apercebo claro tem que trabalhar a esfregona não sei se todos teem a mesma maneira de se manifestar mas tem que estar atenta para notar qual o chamamento que ela lhe maniifesta. espero que tenha ajudado não tenho esperiencia mas isto foi o que a minha manifestou.
De gleiciane soares dos santos a 7 de Fevereiro de 2013 às 18:15
tenho uma linda labradora que ganhei do meu esposo
ela roeu 3 sandálias 1 sapato mais tudo bem foi descuido meu
fora isso tenho uma amiga pra todas as horas dorme dentro de casa e quando quer fazer suas necessidades me chama fica em pé do lado da cama e começa a me cheirar abro a porta pra ela
ela sai faz suas necessidades bebe aguá e volta tudo que este texto diz é a pura verdade.Samanta minha labradora querida tudo de bom obediente inteligente ama meus filhos e ama ainda mais a mim.deixo aqui um recado para todos aproveitem seus labradores o passeio no final da tarde com eles é muito bom.obrigado a todos

Comentar post

.mais sobre mim
.pesquisar
 
.Abril 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
25
26
27
28
29
30
.Fazer olhinhos
blogs SAPO
.subscrever feeds